Notícias Avançam projetos com França e países da América do Sul
DOUTORADO

Avançam projetos com França e países da América do Sul

Publicado: Quarta, 22 Janeiro 2020 16:34 , Última Atualização: Quarta, 22 Janeiro 2020 16:34

A CAPES selecionará até dez projetos conjuntos de pesquisa em parceria com França, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. A iniciativa, na ordem de R$ 2,166 milhões, está em dois editais publicados no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, 22.

O Edital nº 6 de 2020, que trata do Programa CAPES/STIC-AMSUD, financiará até cinco projetos nas áreas de Ciências e Tecnologias da Informação e Comunicação. Já o Edital nº 7 de 2020, referente ao Programa CAPES/MATH-AMSUD, também apoiará o mesmo número de projetos, mas na área de Matemática.

Os programas promovem e fortalecem a colaboração e a criação de redes de investigação entre os países por meio de projetos conjuntos com potencial de transferência de inovação e tecnologia em ambas as áreas. Serão oferecidos R$1.082.993,20, por edital, para custear missões de trabalho e bolsas. Cada projeto, cuja equipe brasileira deverá ser composta por pelo coordenador e, no mínimo, dois pesquisadores com doutorado, poderá custar, no máximo, R$216.598,64 anuais.

Missões de Trabalho
Serão R$67.436,88 para até duas missões de trabalho por ano. Este valor deverá custear auxílio-deslocamento, seguro-saúde ou viagem. Estão previstos também auxílios diários de até US$370 para um pesquisador com doutorado ou coordenador da equipe brasileira. A duração de uma missão é de sete a 20 dias.

Serão de duas a quatro missões de trabalho durante os dois anos de projeto. Pelo menos uma missão deverá ser feita pelo coordenador. Cada pesquisador selecionado deverá aguardar um intervalo de um ano para ser novamente beneficiado. A exceção é o coordenador, que poderá realizar a missão de trabalho uma vez por ano.

Bolsas
Serão disponibilizados anualmente, por cada projeto, R$149.161,76 para bolsa nas modalidades doutorado-sanduíche, de quatro a 12 meses, pós-doutorado e professor visitante júnior, de dois a 12 meses, e professor visitante sênior, de dois a dez meses de duração.

Os benefícios incluem o pagamento de mensalidade, passagens, auxílio-instalação, seguro-saúde e adicional de localidade, quando aplicável. O bolsista de doutorado-sanduíche não poderá possuir título de doutor e deverá comprovar proficiência em língua francesa e espanhola, como especificado no edital.

Prazos
O prazo para a instituição pedir acesso ao Sistema de Inscrições da CAPES (Sicapes) é 13 de abril. As inscrições para ambos os editais se encerram às 17h de 20 de abril. A análise das propostas acontecerá até 02 de outubro, com três dias corridos para recurso, e a divulgação do resultado até 03 de dezembro de 2020. O início das atividades e entrega das bolsas será a partir de janeiro de 2021.


(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu